Av.Brigadeiro Faria Lima, 201, Pinheiros - São Paulo - SP
O Adolescente e a Cultura
O Adolescente e a Cultura 
Projeto elaborado para moradores da periferia de São Paulo ou de abrigos da cidade de São Paulo, com pouco ou nenhum acesso à arte institucional com o uso das linguagens audiovisual, dança e artes visuais. Adolescente e Cultura, tem o objetivo de promover um debate sobre o direito à cidade e acesso à cultura, além de estimular os jovens a circular por espaços urbanos.

    

    

SEMINÁRIO PERFIFERAÇÃO

Como fechamento do projeto "O Adolescente e a Cultura", realizado pela Ação Educativa do Instituto Tomie Ohtake, em julho de 2015 foram realizadas intervenções em três regiões da cidade de São Paulo (Sul, Leste e Norte). Com idealização dos jovens participantes e orientação de três convidados do seminário, o rapper Dom Wagnão (ZN), o coletivo de grafiteiros Grupo Opni (ZL) e o artista Mauro Neri (ZS). Previamente foram realizados encontros que discutiram as questões territoriais (conceitos de centro e periferia), divisão de grupos e levantamento de possibilidades de intervenção em cada bairro. Na data da ação os jovens encontraram os convidados/orientadores, que seguiram no processo de orientação e realização das intervenções nos bairros escolhidos da cidade de São Paulo.

COLETIVO PUNGA CREW

O Coletivo Punga Crew foi convidado para praticar uma ação com os jovens do projeto "O Adolescente e a Cultura", desenvolvido pela Ação Educativa do Instituto Tomie Ohtake. O grupo é formado por sete mulheres de diferentes regiões de São Paulo e tem como forma de pensar a questão de gênero pedagogicamente, envolvendo a consciência das sutilezas do aprendizado da mulher na cena do graffiti, muitas vezes marginalizado em um espaço predominantemente masculino. 

O primeiro encontro foi de discussão sobre a questão de gênero, apresentação de vídeos e realizações de stencils com palavras e frases. No segundo encontro, no Grajaú (ZS), os jovens do projeto conheceram a galeria ao céu aberto onde o coletivo Mulheres na Luta fez um grafitaço e puderam colaborar na galeria com os stencil que produziram.

OS FABULOSOS

Em dezembro de 2014 “O Adolescente e a Cultura” recebeu a artista e pesquisadora Carol Velasquez como convidada para propor uma apropriação do espaço público junto aos jovens que fazem parte do projeto no Largo da Batata, em Pinheiros, São Paulo. Desenvolvido pelo Laboratórios de Inclusão Cultural da Ação Educativa do Instituto Tomie Ohtake, ao todo são 26 adolescentes de 15 a 18 anos, oriundos de diversas regiões de São Paulo e estudantes de escolas públicas, que participam das propostas duas vezes por semana. A intenção é discutir a ocupação da cidade pelo ponto de vista da cultura e fazer com que os jovens conheçam e explorem espaços públicos e culturais, além de estimular o senso crítico e o convívio em grupo.

Mais informações: www.labinc.com.br

INFLÁVEL

Desenvolvido pelo Laboratórios de Inclusão Cultural da Ação Educativa do Instituto Tomie Ohtake, em novembro de 2014 foi realizada a construção de um grande inflável no terraço do Instituto. Coordenada pela artista Elana Gomes, a atividade inaugurou as ações do projeto ""O Adolescente e a Cultura"". Ao todo são 26 jovens de 15 a 18 anos  de diversas regiões de São Paulo, estudantes de escolas públicas, que participam das propostas duas vezes por semana. A intenção é discutir a ocupação da cidade pelo ponto de vista da cultura e fazer com que os jovens conheçam e explorem espaços públicos e culturais, além de estimular o senso crítico e o convívio em grupo. 

Mais informações: www.labinc.com.br

Outros vídeos do projeto Adolescente e Cultura disponíveis no Canal do Youtube do Instituto Tomie Ohtake

www.youtube.com/user/tomieohtake


 
Patrocínio: FUMCAD, Alpargatas e CCR