Av.Brigadeiro Faria Lima, 201, Pinheiros - São Paulo - SP
Equipe

A Curadoria do Instituto Tomie Ohtake exerce duas principais missões. A primeira é auxiliar no desenvolvimento e realização das exposições programadas para o Instituto Tomie Ohtake, na forma de assistência curatorial, pesquisa complementar, acompanhamento de montagem junto à equipe de produção e ao projeto educativo.

A segunda direciona-se ao desenvolvimento de projetos de médio e longo prazo, com metodologia de pesquisa e metas editoriais, visando aprofundar o entendimento dos objetos de interesse do Instituto Tomie Ohtake, sobretudo no que tange à arte contemporânea produzida no Brasil nas últimas seis décadas.  

A equipe da Curadoria, coordenada por Paulo Miyada e integrada por Carolina de Angelis, Luise Malmaceda, Priscyla Gomes e Theo Monteiro Farias vem pesquisando arte brasileira desde 2011, com o foco em promover artistas nacionais de diversas linguages e fomentar as discussões sobre arte contemporânea. Com projetos de pesquisa como o Programa Arte Atual, a Curadoria se propõe a realizar exposições coletivas de jovens artistas, dando ênfase às suas pesquisas mais recentes e criando um espaço onde projetos experimentais e inéditos possam ser concretizados e apresentados ao público.

  

Equipe

Paulo Miyada. Curador e pesquisador de arte contemporânea. Arquiteto e urbanista pela FAU-USP, onde realizou seu mestrado na área de História e Fundamentos da Arquitetura e Urbanismo. Trabalhou como assistente de curadoria da 29a Bienal de São Paulo (2010), compôs a equipe curatorial do programa Rumos do Itaú Cultural 2011-13, e foi co-curador do 34o. Panorama da Arte Brasileira do Museu de Arte Moderna de São Paulo, ao lado de Aracy Amaral, e Curador do Instituto Tomie Ohtake.

Carolina De Angelis. Graduada do curso de Arte: história, Crítica e Curadoria na Pontificia Universidade Católica de São Paulo e desde 2014 integra o Núcleo de Pesquisa e Curadoria do Instituto Tomie Ohtake.

Luise Malmaceda. Pesquisadora e artista visual formada pela UFRGS. Especialista em História da Arte (FAAP), realiza atualmente o mestrado na área de Teoria e Crítica de Arte pelo PGEHA-USP, onde integra o Grupo de Estudos em Arte Conceitual e Conceitualismos no Museu - GEACC. Atuou como educadora na Fundação Iberê Camargo e como pesquisadora no acervo da Fundação Vera Chaves Barcellos. Em 2015 editou a revista Harper's Bazaar Art.


Priscyla Gomes. Curadora e pesquisadora, formada como arquiteta e urbanista pela FAU-USP, onde cursa seu Mestrado em Teoria e História das Artes. Desde a graduação pesquisa a relação entre a Arquitetura e as demais Artes. Atualmente coordena o Filming Architecture, workshop acadêmico itinerante sobre representações narrativas da arquitetura, feito em parceria com escolas de arquitetura.


Theo Monteiro Farias. Graduado em História pela Universidade de São Paulo, teve passagem pela revista ARTE!Brasileiros, na qual ainda escreve como colaborador.