Av.Brigadeiro Faria Lima, 201, Pinheiros - São Paulo - SP
Pesquisa

Com postagens periódicas, a Curadoria pretende publicizar suas pesquisas em processo, difundindo seu conteúdo por meio de artigos, entrevistas, crônicas e relatos. Essa página também servirá como plataforma de discussão sobre temas expressivos da arte contemporânea, assim como de reflexão sobre o papel da equipe no processo curatorial das exposições previstas na programação do Instituto.





LUZ, CÂMERA, AÇÃO?

Publicado em: 30/06/2016

A segunda edição do 'Arte atual festival - Quadro, requadro, desquadro’ partiu de uma reflexão sobre os limites da imagem e a construção do espaço da representação. Os trabalhos apresentados, de uma forma ou outra, procuravam tornar mais palpável as estruturas e dispositivos que constroem personagens, ambientes, composições ou imagens. Olivia Ardui, membro do Núcleo de Pesquisa e Curadoria do Instituto Tomie Ohtake e uma das curadoras da exposição, compartilha as suas reflexões sobre o tema abordado, a partir de uma seleção de obras das artistas Claudia Briza, Márcia Beatriz Granero, Ana Mazzei e Renata De Bonis, além de evidenciar questões importantes em relação à recepção da exposição.

[+]

Arte Atual - Quadro, Desquadro, Requadro

Publicado em: 06/06/2016

Onde acaba o espaço da representação? O que limita as imagens e os espaços que conhecemos através da pintura, da fotografia e do cinema? Como o teatro e a dança enquadram corpos e os colocam em cena? Para o cinema, a fotografia, o teatro, a dança e a pintura ocidentais, enquadrar tem sido uma das condições fundantes para sua própria experiência. Mesmo os mais subversivos experimentos lidam com a definição e a percepção do quadro como um dos pactos entre público e artistas na realização dessas linguagens. Diante disso, Quadro, Desquadro, Requadro, segunda edição do Arte Atual Festival, realizada em parceria com o Festival Path 2016, problematiza a ideia da cena e do quadro em múltiplas frentes.

[+]

do cubismo ao retorno à ordem

Publicado em: 23/05/2016

Em meio às pesquisas sobre a vastíssima produção de Pablo Picasso, uma referência à música erudita chamou nossa atenção. A crítica de arte Rosalind Krauss, em seu livro “Os papéis de Picasso”, trata da fase cubista do artista espanhol, caracterizando-a como uma das mais radicais descobertas entre as vanguardas modernas. 

[+]

Caderno de textos III

Publicado em: 25/04/2016

Para a exposição 'Aprendendo com Dorival Caymmi - Civilizações Praieiras' a equipe da Curadoria preparou uma brochura para os visitantes acompanharem a exposição, com textos sobre os artistas, suas histórias, obras e produções.  Serão postados aqui os textos divididos por núcleos - seguindo a ordem em que aparecem na exposição

[+]

Caderno de textos II

Publicado em: 14/04/2016

Para a exposição 'Aprendendo com Dorival Caymmi - Civilizações Praieiras' a equipe da Curadoria preparou uma brochura para os visitantes acompanharem a exposição, com textos sobre os artistas, suas histórias, obras e produções.  Serão postados aqui os textos divididos por núcleos - seguindo a ordem em que aparecem na exposição

[+]

Caderno de textos

Publicado em: 04/04/2016

Para a exposição 'Aprendendo com Dorival Caymmi - Civilizações Praieiras' a equipe da Curadoria preparou uma brochura para os visitantes acompanharem a exposição, com textos sobre os artistas, suas histórias, obras e produções.  Serão postados aqui os textos divididos por núcleos - seguindo a ordem em que aparecem na exposição

[+]

Passagens sobre a exposição Frida Kahlo – conexões entre mulheres surrealistas no México

Publicado em: 05/03/2016

Julia Lima da Curadoria do Instituto Tomie Ohtake relata o processo de pesquisa e preparação do núcleo para a exposição 'Frida Kahlo - Conexões entre mulheres surrealistas no México'.

[+]

da banalidade - volume 1

Publicado em: 11/02/2016

A exposição da banalidade, em cartaz no Instituto Tomie Ohtake até o dia 6 de março, toma emprestado seu nome da clássica tratadística do século XV. Em uma espécie de conjunto de ensaios sobre o senso comum e a superfície das coisas, Ana Elisa Egreja, Julia Kater e Cabelo – por meio de pinturas, serigrafias, instalações e vídeos – associam e discutem a frivolidade, a futilidade, o mau gosto, a tolice, o que passa despercebido, a delicadeza, o pequeno e o ordinário.

[+]

A Arte e a ciência - Nós entre os Extremos
Powers of Ten

Publicado em: 21/12/2015

[+]

Arte Atual Festival - Coisas Sem Nomes
Paulo Miyada e Sofia Borges

Publicado em: 12/09/2015

DIÁLOGO 3 (versão 2)

[+]