Av.Brigadeiro Faria Lima, 201, Pinheiros - São Paulo - SP
OASI - INSTALAÇÃO ESCULTÓRICA E MUSICAL

02 de junho a 16 de julho de 2017

O Instituto Tomie Ohtake recebe OASI (Oasis), obra idealizada pela artista Licia Galicia e pelo músico e especialista em eletrônica Michelangelo Lupone. Trata-se de uma grande instalação sonora/musical e escultórica que evoca a participação do espectador. A obra, que ocupará uma das salas do Instituto, é resultado de uma pesquisa intitulada “ADAMO (Adaptive Arte and Music Opera)”, viabilizada pelo Centro Ricerche Musicali de Roma (CRM).

 

A instalação, que chega ao Brasil pelo Instituto Italiano di Cultura-SP, foi concebida como um local de experiência imersiva multissensorial, que pode mudar em função dos acontecimentos que ocorrem em seu interior. Todos os elementos são sensíveis à posição, ao movimento e ao contato do público, alterando-se em relação aos gestos e às condições do ambiente ao redor: a presença e a posição do visitante, o passar do tempo, os sons, ruídos e as vozes, as variações de luz e as ações táteis das pessoas.

 

De um lado, a obra apresenta um conjunto de fendas nas paredes e no chão pelas quais luz e música emergem e permitem que os visitantes, ao andar entre elas, modifiquem sua compreensão: interrompendo os caminhos dos feixes de luz ou abafando os sons, por exemplo. Do outro lado, encontram-se estruturas sinuosas em fibra de vidro que envolvem as pessoas e as convidam a adentrar essa espécie de labirinto. Nesse espaço, o chão possui uma vibração que, somada a essas formas, origina novas sensações e novas ambiências.

 

O trabalho baseia-se em Planofoni®, uma tecnologia idealizada pelo compositor Michelangelo Lupone e desenvolvida no CRM, capaz de produzir e difundir o som liberado pelos materiais naturais e sintéticos (metais, madeira, papel, vidro e seus derivados) utilizados e ativados em vibração com dispositivos eletrônicos especiais. Trata-se de sistemas multifônicos de escuta que conferem ao som as características de timbres próprios do material utilizado e permitem, através de uma irradiação pontual sobre toda a superfície, desenhar o espaço acústico em relação do espaço arquitetônico.



REALIZAÇÃO