Arte Atual Festival – demonstração por absurdo

Abertura: 18 de maio às 19h
até 1 de julho

Em sua segunda edição, o Arte Atual Festival 2018, exposição que marca a participação do Instituto Tomie Ohtake no Festival Path, reforça o caráter experimental de sua proposta curatorial e a abertura a jovens artistas. O projeto desta edição, concebido pelo curador Paulo Miyada e sua equipe do Núcleo de Pesquisa e Curadoria da instituição, partiu do conceito matemático de prova por contradição ou redução ao absurdo. Trata-se de um recurso matemático para comprovar que algo é falso pela confirmação da veracidade de seu contrário.

 

A curadoria partiu dessa noção para convidar sete jovens artistas que, em comum, além de trabalharem com grande intensidade, acumularam nos últimos anos conjuntos de obras que refletem excessos e contradições. Alexandre Copês, Arthur Chaves, Carina Levitan, Carolina Caliento, Guilherme Peters, Paul Setubal e Pedro Hórak.



PATROCÍNIO

APOIO DE MÍDIA