Pintura: Prática e Reflexão
com Paulo Pasta

A pintura é um trabalho investigativo no qual as ideias preconcebidas não valem muito sem a justa resposta do fazer. Pinta-se, assim, para poder se ver – e não o contrário –, e a próxima pintura, ou a do futuro, nascerá da anterior, da experiência passada. Dessa forma, quase sempre vamos precisar de tempo para compreendermos o que fizemos. A pintura lança uma luz no exato lugar onde estamos. Para frente, quase nunca: progredimos à medida que o trabalho também progride. O curso que equilibra reflexão e prática, busca ajudar o aluno a pensar seu trabalho e oferecer uma interlocução que lhe proporcione meios de tornar rico e revelador seu diálogo com a própria obra.


IMPORTANTE: Este é o texto que normalmente acompanha o programa do curso Pintura: Prática e Reflexão ministrado por Paulo Pasta. Mas, devido aos atuais limites, como a necessidade deste curso não poder ser  mais presencial, e sim virtual, online, ficará suprimida a parte da análise e comentários da produção dos alunos. Ficaremos também com um tempo mais reduzido, apenas com as reflexões a partir da produção de pintores já postos na história. Essas reflexões não terão a pretensão de um curso de história da arte. Serão voltadas mais ao universo da prática pictórica e seus desdobramentos, e utilizarão estes pintores exemplares como modelos:  ÉDOUARD MANET, CLAUDE MONET, PAUL CÉZANNE, VINCENT VAN GOGH, HENRI MATISSE, RICHARD DIEBENKORN, GIORGIO MORANDI, ALBERTO GIACOMETTI, MARK ROTHKO, PHILIP GUSTON, JASPER JOHNS e JOSÉ PANCETTI.


Duração: 14 encontros
Período: 22 de abril a 22 de julho
Horário: quartas-feiras, 19h às 21h

Valor: de 4 parcelas de R$ 380,00 por 4 parcelas de R$ 266,00 

inscreva-se


PAULO PASTA é pintor e doutor em Artes Visuais pela USP. Participou de exposições individuais em São Paulo, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, além de edições das bienais de São Paulo, do Mercosul e de Cuenca. Leciona na FAAP desde 1998.