2º Prêmio EDP nas Artes
2011

Em parceria com a EDP no Brasil, o Instituto Tomie Ohtake retomou seu programa dedicado a estimular a produção contemporânea entre artistas, de até 27 anos, e abriu as inscrições para a segunda edição do Prêmio EDP nas Artes, em 2010.

O objetivo do Prêmio é reconhecer trabalhos que abrem novas perspectivas para a arte, que materializam novos problemas, expandem horizontes no âmbito da expressão e sensibilidade, por todas as regiões do país.

A proposta replica a experiência do grupo mundial EDP que, por meio da sua Fundação, em Lisboa, realiza uma premiação semelhante para incentivar estudantes e recém-formados.

“A primeira versão nos mostrou que há jovens com grande potencial, mas sem oportunidades para deslanchar neste mercado. Esta premiação é apenas a porta de entrada para estes talentos ingressarem neste universo", afirma António Pita de Abreu, presidente da EDP no Brasil.

18 artistas foram selecionados para a exposição coletiva e 3 artistas - Lucas Dupin, Theo Cravero e Daniel de Paula - foram contemplados com viagens, bolsas de estudos e acompanhamento artístico, ao longo de um ano. Um professor indicado por um dos artistas também recebeu como prêmio uma viagem ao exterior, como bolsista, no Programa Dynamic Encounters com Charles Watson.



EDITAL
Clique na imagem para fazer download

 





PATROCÍNIO

 

REALIZAÇÃO