6º Prêmio Energias na Arte
2018

Com o apoio do Instituto EDP, e o Instituto Tomie Ohtake lançam o edital do 6° Prêmio EDP nas Artes. Idealizado para estimular a produção artística contemporânea, o concurso é voltado a jovens artistas de todo o Brasil, nascidos ou residentes no País há pelo menos dois anos, com idade entre 18 e 29 anos. A iniciativa, além da premiação, contempla uma série de atividades ao longo do ano, como cursos, palestras e workshops em regiões brasileiras onde o acesso à arte contemporânea é mais restrito.

 

Os interessados podem se inscrever até o dia 16 de junho, com o envio de um portfólio com propostas de obras por meio do www.premioedpnasartes.institutotomieohtake.org.br. A página disponibiliza ainda uma publicação, com sugestões sobre organização e apresentação de trabalhos de arte. O material pretende servir como uma das fontes possíveis de consulta acerca do processo.

 

“O Instituto EDP, desde sua criação há dez anos, tem como um de seus principais objetivos promover a arte e a cultura em todo o Brasil. O prêmio EDP nas Artes é uma das principais ações da Companhia nessa frente, estimulando o desenvolvimento da arte contemporânea e ajudando a educar as novas gerações de grandes artistas”, reforça Luis Carlos Gouveia Pereira, diretor-executivo do IEDP.

 

Dez finalistas serão selecionados para receberem o acompanhamento da equipe de jurados do concurso, que vai orientar a produção dos trabalhos, em uma oportunidade única.  Além de apoiar o percurso artístico dos escolhidos, o período de mentoria será imprescindível para a escolha dos três vencedores.

 

A premiação se encerra com a exposição dos trabalhos dos 10 finalistas no Instituto Tomie Ohtake, quando, na inauguração em 29 de novembro, serão anunciados os três premiados, que receberão bolsas para realizar residência artística no Brasil ou no exterior. Na edição anterior, em 2016, os três premiados foram António Tarsis de Jesus (Salvador, BA); Luisa Puterman (São Paulo, SP); e  Jonas Van Holanda (Fortaleza, CE). Eles tiveram a oportunidade de ir à Colômbia, Canadá e Portugal para expandirem suas formações.

 

O Prêmio EDP nas Artes é uma iniciativa do Instituto Tomie Ohtake e da EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico, por meio do Instituto EDP, organização que gere os investimentos socioambientais do grupo.

PROGRAMAÇÃO


18 A 22 DE ABRIL - VITÓRIA
O Instituto EDP e o Instituto Tomie Ohtake trazem para a população capixaba um programa especial de atividades sobre arte contemporânea. Entre os dias 18 e 22 de abril, no Museu de Arte do Espírito Santo Dionísio Del Santo – MAES, serão realizadas mesas de conversa, cursos e oficinas com nomes como Paulo Miyada, Gabriel Zacarias, Luise Malmaceda, Virgínia de Medeiros e Santídio Pereira. A iniciativa faz parte do lançamento da 6ª edição do Prêmio EDP nas Artes, voltado a jovens artistas de todo o Brasil, nascidos ou residentes no país há pelo menos dois anos, com idade entre 18 e 29 anos.

Confira a programação aqui

5 E 6 DE MAIO - PALMAS
Como parte da programação da 6ª edição do Prêmio, foi elaborada uma série de ações para aconteceram em diversas cidades do Brasil. No dia 5 de maio acontece uma aula sobre arte contemporânea com Gabriel Zacarias e no dia 6 de maio uma oficina de xilogravura com Santidio Pereira de Souza, na Universidade Federal de Tocantins, Palmas.

Confira a programação aqui

 
19 E 20 DE MAIO - SÃO JOSÉ DOS CAMPOS
Como parte da programação da 6ª edição do Prêmio, foi elaborada uma série de ações para aconteceram em diversas cidades do Brasil. No dia 19 de maio acontece uma aula sobre arte contemporânea com Gabriel Zacarias e no dia 20 de maio uma oficina de xilogravura com Santidio Pereira de Souza, no Parque Vicentina Aranha, São José dos Campos.

Confira a programação aqui






PATROCÍNIO

 

APOIO DE MÍDIA

 
   

REALIZAÇÃO