Divulgação de acervos e coleções - Bolsa de Artista Tomie Ohtake

A partir do jogo de atividades Bolsa de Artista Tomie Ohtake, a ideia é pensar em materiais, publicações, jogos e outras mídias para promover exposições, coleções e acervos museológicos para públicos jovens e crianças ao explorar o livro ilustrado e materiais organizados para divulgação da trajetória da artista Tomie Ohtake.

O jogo de atividades Bolsa de Artista Tomie Ohtake é um material artístico lúdico que foi desenvolvido para proporcionar experiências artísticas para crianças com e sem deficiência visual, com diversos recursos para atividades individuais ou em grupo. Confeccionadas com sobras de tecido da indústria de móveis, cada bolsa é única e vem com caderno de atividades, livro ilustrado sobre a história da artista Tomie Ohtake, audiodescrição, além de tintas, telas, pincéis, papéis e texturas. Os materiais, encontrados em qualquer papelaria, podem ser repostos e também acrescidos de outros, de acordo com o desejo de cada criança ou adulto mediador.


A atividade faz parte do Programa de Acessibilidade e também integra a programação oficial da 13ª Primavera de Museus.

Atividade gratuita.

24/09 – às 14h

* Pessoas com deficiência visual e cegas poderão se inscrever pelo telefone (11) 2245-1937

** Intérprete de Libras e audiodescrição serão disponibilizados mediante solicitação.




Claudio Rubino é gestor de acessibilidade cultural, licenciado e bacharel em artes visuais pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo, pós-graduado em educação inclusiva com ênfase em deficiência física pela Unifesp. Um dos coordenadores do Programa de Acessibilidade do Instituto Tomie Ohtake e ex-coordenador do Programa de Acessibilidade Singular Plural do Museu Afro Brasil. Há 20 anos desenvolve trabalhos de arte educação em museus e equipamentos de cultura com ênfase no atendimento e planejamento de ações para inclusão física, comunicacional e sensorial de pessoas com deficiência.

PATROCÍNIO

     




APOIO


               

 


REALIZAÇÃO