Debate: Festival Mulheres do Mundo: Cultura e Ativismo (Programa Nossas Artistas)


Debate: Festival Mulheres do Mundo: Cultura e Ativismo

O Festival trouxe diferentes vozes ao Rio de Janeiro em novembro de 2018. Maira Gabriel Anhorn trará suas experiências na Redes da Maré e no Festival, fazendo um balanço das conversas e possíveis caminhos futuros.

 

O Festival Mulheres do Mundo é inspirado no WOW – o Women of the World Festival, um movimento global lançado em 2010 pela diretora e produtora britânica Jude Kelly. Em 2016, Jude Kelly visitou a Redes da Maré, para conhecer a Casa das Mulheres da Maré, espaço dedicado a estimular o protagonismo político de meninas e mulheres. A partir deste encontro, iniciou-se uma parceria entre o Festival e a Redes da Maré com o desafio de reunir as vozes, experiências e ideias das mulheres do Rio de Janeiro, com toda a sua diversidade.

 

Maira Gabriel Anhorn (1983) 

Formada em Ciências Políticas pelo Institut d'Etudes Politiques de Paris, Master Políticas Culturais. Desde 2011 trabalha na Redes da Maré nos Eixos Arte e Cultura e Desenvolvimento Territorial. Foi coordenadora da Escola Livre de Dança da Maré (2011-2013) e do Centro de Artes da Maré (2013-2014) e, atualmente acompanha projetos com mulheres (Casa das Mulheres da Maré) e jovens. No Festival Mulheres do Mundo Wow Rio (2018) foi assistente da Eliana Sousa Silva participando das reflexões em torno da curadoria, metodologia, parcerias e mobilização para o Festival.

 

Mediação:

Priscyla Gomes

Curadora associada do Instituto Tomie Ohtake, é membro do Núcleo de Pesquisa e Curadoria da instituição. Arquiteta e urbanista formada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, onde concluiu seu Mestrado em Teoria e História das Artes.

 

Sábado | 9 de fevereiro

17h às 18h

Sem inscrição prévia | Sujeito à lotação




     

PATROCÍNIO



APOIO INSTITUCIONAL

  

APOIO DE MÍDIA

                    


 REALIZAÇÃO

     GOVERNO FEDERAL