Programação

Clube de Leitura: "Como se fosse a casa — uma correspondência"

Ana Martins Marques e Eduardo Jorge

Programa público

25 de junho de 2024
ATIVIDADE GRATUITA E PRESENCIAL 19H—20H30

Futura

CLUBE DE LEITURA
CLUBE DE LEITURA
Mediação por Natame Diniz

O livro escolhido para a conversa do mês de junho é Como se fosse a casa — uma correspondência, de Ana Martins Marques e Eduardo Jorge. Durante um mês, a poeta Ana Martins Marques alugou o apartamento do amigo e também poeta Eduardo Jorge. O imóvel fica na região centro-sul de Belo Horizonte, no edifício JK, projetado por Oscar Niemeyer em 1952. Enquanto viveu ali, a inquilina trocou e-mails com o locador. As mensagens, de início, abordavam questões meramente práticas. Mas, depois, se converteram em uma troca de poemas sobre o permanecer e o partir, o morar e o exilar-se, o familiar e o estranho.

O Clube de Leitura, realizado mensalmente no Instituto Tomie Ohtake, é um espaço de conversa com atenção e presença, mas também de descanso e fruição. Os livros de cada ciclo serão selecionados a partir das pesquisas desenvolvidas pelas exposições, dos desejos do grupo e das diferentes leituras de mundo que atravessam o nosso tempo.

Vagas limitadas.

sobre a mediadora
Natame Diniz
Formada em Ciências Sociais, já desenvolveu diversos projetos e pesquisas no campo das artes, da educação e da literatura. Foi coordenadora de ações educativas da FLIP - Festa Literária Internacional de Paraty, desenvolvendo projetos em parceria com o IPHAN sobre educação patrimonial. Atualmente é especialista em educação e território no Instituto Tomie Ohtake e integra o conselho do programa Educação e Território, da Cidade Escola Aprendiz.
Play