CANÇÕES DE UM PASSADO ESQUECIDO - Obras das coleções British Council, LUX e Acervo Histórico Videobrasil

Visitação geral ao público: 22 janeiro a 15 março 2020

CANÇÕES DE UM PASSADO ESQUECIDO, parceria entre as quatro instituições, integra o projeto WE ARE HERE – uma série de programas de vídeos e videoinstalações de artistas britânicos com curadoria de Tendai John Mutambu para o British Council e LUX, em torno de temas como identidade nacional, marginalidade, gênero, futuro ambiental e arquivo. A exposição é apresentada pelo British Council e LUX  em parceria com a Associação Cultural Videobrasil.

Inédita, CANÇÕES DE UM PASSADO ESQUECIDO coloca obras do Reino Unido, com curadoria de Mutambu, em diálogo com trabalhos de artistas brasileiros que fazem parte da coleção histórica da Associação Cultural Videobrasil, selecionados por Luise Malmaceda, do Núcleo de Pesquisa e Curadoria do Instituto Tomie Ohtake. 

Segundo a curadora brasileira, os trabalhos apresentados, valendo-se amplamente da revisita de arquivos, jogam com técnicas narrativas tradicionais, do lúdico ao perverso, manipulando imagens ou esgueirando-se por práticas documentais para denunciar as realidades sociais.

“Ainda que as histórias da formação britânica e brasileira sejam muito distintas, impondo uma gama de problemas específicos em suas vivências contemporâneas, o conjunto dos trabalhos de CANÇÕES DE UM PASSADO ESQUECIDO se encontra no desejo de se colocarem além da idealização e romantização, apontando para o potencial de escrever novas narrativas que reformulem criticamente imagens antigas, perspectivas e ferramentas de análise. Esses trabalhos nos lembram que, mesmo nas ruínas de projetos históricos fracassados, subsiste o potencial para uma visão do futuro”, afirma Malmaceda.

 

Reino Unido:

 

JOHN AKOMFRAH

The Silence [O Silêncio], 2014, 17min (British Council)

AYO AKINGBADE

Street 66 [Rua 66], 2018, 13min (LUX)

DUNCAN CAMPBELL

Arbeit, 2011, 39min (LUX)

SUSAN HILLER

The Last Silent Movie [O último filme mudo], 2007, 20min41s (British Council)

 

Brasil:

 

AYRSON HERÁCLITO

O Sacudimento da Maison des Esclaves em Gorée [Sacudimento Cleansing of the House of Slaves on Gorée Island], 2015, videoinstalação [video installation], 8min38s

O Sacudimento da Casa da Torre [Sacudimento Cleansing of the Garcia D’Avila Castle], 2015, videoinstalação [video installation], 8min32s

DILMA LÓES

Quando o crioulo dança? [When Blacks Dance], 1988, vídeo [video], 30min

CLARA IANNI

Forma Livre [Free Form], 2013, vídeo [video], 7min14s

ROSÂNGELA RENNÓ

Vera Cruz, 2000, vídeo [video], 44min

PARCEIROS:

REINO UNIDO: LUX

LUX é uma agência internacional de artes que apoia e promove artistas criadores de imagens em movimento, fundada em 19666 como parte da contra-cultura londrina dos anos 60.

REINO UNIDO: BRITISH COUNCIL

O British Council é a organização internacional sem fins lucrativos do Reino Unido para relações culturais e oportunidades educacionais. Seu trabalho busca estabelecer a troca de experiências e criar laços de confiança por meio do intercâmbio de conhecimento e de ideias entre pessoas ao redor do mundo. A organização está presente em mais de 100 países e trabalha com parceiros como governos, organizações não governamentais e iniciativa privada, em ações relacionadas à promoção da língua inglesa, cultura, artes, educação e programas sociais. Informações: www.britishcouncil.org.br

BRASIL: ASSOCIAÇÃO CULTURAL VIDEOBRASIL

Associação Cultural Videobrasil foi fundada em 1991 com o intuito de abrigar a crescente produção artística e publicações reunidas desde a primeira edição da Bienal de Arte Contemporânea SESC Videobrasil, em 1983. Para além da bienal, a Associação trabalha sistematicamente para ativar esta coleção em atividades que se desdobram em exposições, mostras itinerantes, residências artísticas, seminários e publicações.

BRASIL: INSTITUTO TOMIE OHTAKE

O Instituto Tomie Ohtake, inaugurado em 2001 e é um dos poucos espaços em São Paulo desenhado especialmente para realizar exposições nacionais e internacionais nas áreas de artes plásticas, arquitetura e design, além de desenvolver programas de ensino e acesso à arte. 

ATIVIDADES

O Núcleo de Cultura e Participação do Instituto Tomie Ohtake oferece atividades gratuitas voltadas a todos os públicos, ligadas à exposição:

 

Visitas mediadas para grupos agendados

Quartas, quintas e sextas-feiras | 10h às 12h e das 14h às 16h

Inscrições mediante agendamento pelo telefone 11 2245 1937

*Para grupos de 10 a 40 participantes

 

Mesa de debate com Ayo Akingbade e Ayrson Heráclito

Mediação de Luise Malmaceda e Oriana Calman

4 de março | Quarta-feira

19h30

Atividade sem inscrição prévia

Saiba mais 


Masterclass: “O que é o Político?”, com Ayo Akingbade

5 de março | Quinta-feira

19h

Saiba mais

Oficina: “O audiovisual em zonas de conflito”, com Eliane Caffé 

18, 19 e 20 de fevereiro | Terça, quarta e quinta-feira

19h às 22h30

15 vagas
*Para essa atividade é necessário trazer celular pessoal

Saiba mais 



APRESENTAÇÃO                                                                                                        pARCERIA                                                           

                                                                




 APOIO DE MÍDIA